UX e Agile - Desafios e Oportunidades

Esse tema de UX em Agile é bem interessante, esteve sendo comentado num artigo na InfoQ e na lista de discussão agile-brasil já que uma grande parte, talvez 35% dos nossos clientes, estão tentando levar usabilidade a serio, já que ou são empresas de internet ou são institutos de pesquisa fazendo justamente protótipos de novos produtos consumer /mobile onde a usabilidade virou mania.

O problema da usabilidade e agile é justamente que o pessoal de UX tem adquirido praticas e métodos de trabalho e workflows que funcionavam bem no ciclo de vida waterfall, onde tinham muito tempo para desenvolver suas idéias.

Para integrar o pessoal de UX nas equipes esta precisando se adotar algumas praticas novas, como workshops de Design Studio onde se fazem com a equipe toda protótipos em papel, e modelagem com post-its, para que rapidamente se possam ir esboçando o "TUDO" e depois se vão evoluindo os detalhes.

Um dos maiores problemas é que o pessoal reclama de falta de tempo, ou fica um pouco isolado, ou tem que trabalhar informalmente na frente um ou dois sprints sem colaborar tanto com a equipe, ou seja efetivamente criando duas equipes.

Acho que a parte mais difícil é adequar os valores e preferenciais nas suas praticas de trabalho, alguns valores precisam mudar para se adaptar melhor as equipes ágeis, eles valorizam artefatos extremamente high fidelity lentos para gerar e aprovar, e normalmente eles trabalham sozinhos numa abordagem de big up front design, tem que pensar o TUDO antes de fazer como uma forma de evitar re-trabalho, sem muita consulta ou dialogo com o resto da equipe, com uma leve tendência a se isolar e criar coisas lindas inviáveis de ser implementadas com a maturidade, tecnologia ou prazos a qual a organização esta submetida.

A parte talvez mais difícil seja a mudança nos hábitos de trabalho (workflow e praticas) e no papel do especialista em UX dentro de uma equipe multidisciplinar, que passa a ser o facilitador e coach em UX da equipe, e passa a ter que colaborar e chegar a consenso em coisas que antes ele não precisava habilidades de negociação, comunicação, ou influencia, já que tudo seria implementado como esta na especificação.

Estes são alguns dos desafios, porem as oportunidades estão talvez do lado de ver mais a UX melhorar não a especialidade mais a UX (User eXperience) dos usuários dos nossos produtos melhorar de fato, mesmo em projetos com prazos que em outros momentos a UX seria deixada de lado e não teria prioridade.

E você quais são os teus desafios e que oportunidades você ve no casamento de UX + Agile?

3 comentários:

felipe 1 de dezembro de 2008 08:32  

Olá Juan,
Tenho experimentado essas dificuldades em um de nossos clientes também.
Realmente a idéia de big design up front prevalece no mundo do UX o que é um problema. Mas ao mesmo tempo, muitos "agilistas" pregam que não se deve ter design up front, o que eu discordo. Minha opinião é que deve existir um small design up front que dê uma idéia bem clara e sólida de como o sistema deve evoluir em termos não só de UX, mas também de arquitetura e tecnologia.

Muito bom post.

Abração,

Felipe

Roberto Nogueira, vulgo bob 1 de dezembro de 2008 21:10  

Acho que o pessoal já está pegando gente com muita estrada, aí fica difícil mudar os hábitos.
Talvez investir em gente que está começando tenha mais retorno.
Isolar os programadores desse processo é jogar muita experiencia do projeto fora.
Segundo o wikipedia o ux é "how it is perceived, learned, and used.", ou seja, se esse conhecimento fica apenas numa prestação de serviços muita coisa é perdida.
É claro, a equipe tem que dar espaço, mas qual é o limite desse isolamento?
Acredito que seja uma noção concreta, embora básica, dos pontos críticos para o usuário (o porque estamos fazendo isso).

Juan 3 de dezembro de 2008 21:49  

Creio que a ideia é equilibrar o nivel de up front design, com o nivel de capacidade de fazer refactoring da UX sem custos altos de mudança no core do produto.

Eu por exemplo incentivo praticas de modelagem low tech high touch de prototipos de papel, modelos de task flow (usando post-its), mapas de user stories (post-its), modelos de dominio usando uml em cores (post-its), coisas que podem auxiliar a explorar e entender o todo em poucas horas e sem chegar a ter peso de especificação com detalhes.

O problema é que o pessoal quer pensar TUDO, já que foram treinados assim, os metodos incentivavam isso, e criar prototipos de alta fidelidade para aprovação, ai isso demora muito tempo e vira uma atividade isolada do pessoal de UX.

Abraços,
Juan.

About us

Teamware é uma empresa nascida da visão que a industria de TI esta precisando ser reformada.
Que a Gestão 1.0 (da era industrial) esta sendo o maior gargalo para a mudança de paradigma necessária para elevar a eficacia em projetos de software.
Estamos trabalhando a vários anos para transformar organizações e implantar um novo modelo de gestão, a Gestão 2.0 (da era do conhecimento) e crescendo a nossa influencia na industria de TI. Para isso usamos abordagens ágeis, scrum, xp, toc, lean para realizar a visão e aumentar o valor que TI agrega para os profissionais, organizações e a sociedade como um todo.

Últimas Fotos